Revista

Sozinho na Multidão

Acabei o banho e vesti a roupa branca. Coloquei o jantar na mesa e preparei o meu prato. Tender, fios de ovos, arroz à grega, farofa com salsinha e uma salada russa. Tudo comprado na padaria da esquina. E estava bom, bem bom. Bebi um vinho branco, bem leve. Não sei se harmonizava com o […]

O silêncio das palavras

Silêncios são pequenos mundos, e sempre os imaginei em preto e branco. Hoje, percebo que são coloridos, em tons particularmente fortes, ainda que levemente acinzentados. Uma questão de preferência mesmo. São vivos, únicos, e exprimem tudo que as palavras não conseguem transmitir — seja porque são limitadas, seja porque não consigo dizê-las. O meu silêncio […]

Domingos Calabar, o primeiro “traidor” brasileiro?

O processo de construção da imagem de heróis e vilões ao longo da história brasileira sempre é um assunto que suscita muitos debates, exigindo um grande esforço de análise em relação às perspectivas envoltas nessa edificação, principalmente por envolver juízos e concepções de contextos diferentes do nosso, dificultando a compreensão e apuração das reais intenções […]

O Mendigo: um conto

— Não fica encarando ele não, João! Sabe lá o que esse pervertido anda pensando! Fica aqui do meu lado, assim! Minha mãe me posicionou ao lado esquerdo dela, longe das vistas do senhor maltrapilho que insistia em nos acompanhar com o olhar. — Eu hein, onde já se viu um traste desses perambulando por […]

A dualidade das pessoas

Quando eu assistia algum filme, série ou novela, na maioria das vezes sempre ficava do lado dos mocinhos, porém isso vem mudando um pouco. Acho que depende do vilão e depende do mocinho. Hoje, na verdade, tudo depende, meu humor, meu momento, minha vida, meu pensamento. Dependendo do mocinho (se for muito lerdo, mais lerdo […]

Vilões, mocinhos e você?

No mundo da fantasia, é fácil identificar os vilões, são ladrões, bandidos, pessoas simplesmente perversas, que não medem esforços pra conseguir o que querem. Mas afinal de contas quem somos nós nesse mundo? E essa tal de maldade de onde vem? Seria ela um sintoma ao invés de algo genuíno e por assim dizer, original? […]

Pai Vilão

— Obi-wan me contou tudo! — Contou? — Contou! — Mas tudo? Assim, tudinho? — Tudo. — Vamos lá, o que aquele jedi decadente e rancoroso contou a você? — Que você matou o meu pai! — Eu não matei o seu pai. — Matou! — Não matei! — Matou! — Não matei, porra! Pare […]

Revista | Se arte é sentimento…

Conversando com duas pessoas, entendi que mais que uma definição em linhas curtas e palavras diretas, arte é aquilo que nos faz sentir. É passar por tantas obras em um museu e parar em frente a uma específica. Entender sua cor. Observar sua textura. Sentir alegria, tristeza, conforto, sentir-se compreendido. É, naturalmente, projeção. Arte é […]

Revista | Maquiagem: uma arte que faz bem

Sabe, nunca fui daquelas meninas loucas por maquiagem. Quando ganhava alguma, simplesmente deixava de lado em algum canto mofando ou dava pra minha prima que gostava. Preferia mil vezes brincar de boneca, ou qualquer coisa. Aliás, nunca fui vaidosa também. Mamãe fazia penteados e tudo mais, só que o máximo MESMO que eu passava era […]