[Entrevista] Colleen Hoover fala sobre Ugly Love

Colleen Hoover é conhecida autora de new adult, popular pelos livros emocionantes, bem escritos, sempre presentes na lista de mais vendidos dos Estados Unidos. Ugly Love é o último livro lançado da autora, e também tema da entrevista cedida ao Goodreads.
Esta entrevista não está na íntegra. Leia ela completa e em inglês aqui.

Goodreads Você escreve sobre algumas temas pesados, coisas que muitos de seus leitores provavelmente nunca viveram. Ainda assim, é fácil se identificar com suas personagens. Como você faz isso?
Colleen Hoover Acho que coloco muito de mim em todas as minhas personagens. A personalidade do autor aparece na escrita, e eu vejo isso nas minhas personagens mulheres. […] É isso que eu amo ler, problemas reais que as pessoas lidam todo dia. Não sou muito fã de paranormal, então meio que me aprofundo em situações que realmente acontecem na vida das pessoas e como elas lidam com isso. Eu não sei – funcionou? Não tenho exatamente uma fórmula.

G Ugly Love foi escrito sob duas perspectivas diferentes – a da protagonista mulher e a do homem, o que você já fez antes. Acha mais difícil escrever sob a perspectiva masculina?
CH Estou cercada de homens o dia inteiro [referindo-se ao marido e aos três filhos]. Na verdade, se você notar, escrevi mais sob a perspectiva masculina que a feminina, o que é meio doido quando percebo. Não acho que seja difícil, acredito que homens e mulheres são muito parecidos em muitos aspectos. Eu realmente gosto disso. E até prefiro escrever do ponto de vista masculino.

G O que faz Miles uma personagem masculina diferente de todas as outras que você já escreveu?
CH Nós não sabemos muito sobre ele, então é difícil lê-lo nos capítulos que se passam no presente. Se você observar Will (de Métrica), Holder (de Um Caso Perdido) e o Daniel (de Finding Cinderella), vai notar que não são homens alfa. Eles são fofos e fariam de tudo pela personagem do livro, mas Miles é um pouco diferente. Você não sabe o que ele está pensando, onde ele está indo ou o porque ele a trata daquele jeito. A princípio, é mais difícil para ele.

Livro Colleen Hoover fala sobre Ugly Love

G A novela “Finding Cinderella” trás algumas personagens de “Um Caso Perdido” de volta. Você se imagina retornando outras personagens em livros futuros?
CH Eu deixo algo em aberto em todos os livros que escrevo, possibilitando uma novela, porque nunca sei o que escrever em seguida. Então sim, com certeza, existem muitas personagens para as quais eu quero escrever novelas, e não sei se tenho tempo para escrevê-las. Se eu tivesse tempo, com certeza a próxima seria sobre Maybe Someday – eu amaria ver uma novela sobre Warren e Bridget. Veremos se consigo encaixá-la no meu planejamento. Também tem Corbin, de Ugly Love.

G Houve algum momento ou evento no qual você subtamente pensou “agora sou uma autora” ou “agora esta é minha carreira”?
CH Não me considero uma autora, porque então isso pareceria um emprego. Eu amo entrar na escrita de um livro sabendo que posso escrever o que eu quiser e que não preciso escrever se não quiser. Eu sinto que se isto começar a ser um trabalho, então não vou amar tanto assim. Simplesmente quero continuar tratando isso como um hobby. É só um hobby que me paga muito bem. [risos]

G Você pode descrever seu processo de escrita? Existe algum ritual que você segue?
CH Eu sou a pessoa mais desorganizada que você conhece! Não tenho cronograma, perco coisas o tempo todo, então eu não sei como sento e escrevo uma história do início ao fim. Mas uma coisa que eu sei é que preciso ter paz e silêncio. Estamos construindo uma casa agora e eu tenho um escritório e uma sala secreta para escrever, que não é mais secreta porque acabei de te contar. Meus filhos sabem que, se aquela porta está fechada, eles não podem entrar lá. Preciso de horas ininterruptas de escrita. As pequenas coisas, como meu marido perguntando o que eu quero para jantar, me tiram da história e talvez eu não consiga voltar para ela durante todo o resto do dia.

G Qual seu próximo livro?
CH Chama-se “Confess” e será lançado em fevereiro.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

2 comentários

  1. Carla em

    Não sabia que a Colleen gostava mais de escrever povs masculinos.
    Uma coisa eu sei, saber escrever ela sabe.
    Realmente o pov do Miles foi bem escrito.
    Eu não sei, mas acho que pra uma mulher escrever o pov de um homem não deve ser mto fácil.
    Eles são mto mais racionais e menos emocionais que nós mulheres… Por isso que qnd vejo um bem escrito, eu dou bastante crédito.

    Outra coisa, achei legal que ela se reinventou um pouco com ugly love. O Will, Holder são bem doces e fofos, mas o Miles tem um que a mais nele. Ela apresentou personagens diferentes. Achei bacana, pq ela meio que tava caindo um pouco na mesmice em matéria de personalidade de personagens.

    Bjos Camille
    http://lapiselivros.blogspot.com.br/

    Responder