Resenha | A Bela e a Adormecida, de Neil Gaiman

A Bela e a Adormecida
Autor(a): Neil Gaiman
Editora: Rocco
Páginas: 70
Avaliação: 5
Capa: 5 Diagramação: 5 Conteúdo: 5

Esse conto, essas mulheres, esse Neil Gaiman e essa edição…

Imaginem amor à primeira vista. Foi isso que aconteceu com o livro. Mas antes de falar sobre seus detalhes estéticos, preciso dizer que esse conto me surpreendeu. Imaginei que ele seria como João & Maria (leia resenha), com alguns toques diferentes por causa do tal beijo, e acabou sendo bem, bem melhor.

Em A Bela e a Adormecida, a ameaça de um reino de sonâmbulos atinge o reino vizinho. Há boatos que uma maldição fez com que uma princesa espetasse o dedo e dormisse, fazendo com que, aos poucos, todo o seu reino entrasse nesse estado quase permanente de sono.

É claro que a rainha do reino vizinho não permitiria que o mesmo atingisse suas terras. Ela jamais poria em risco o que comandava, aparentemente, com destreza. Por isso, parte ela e três anões ao reino vizinho com o objetivo de acordar a princesa e resolver o problema. E, sabemos, essas coisas só se resolvem com um beijo.

É sob essa narrativa que o conto de Neil Gaiman recria duas histórias que, a princípio, não se ligariam. O primeiro fato marcante é que a Rainha deixa o príncipe, seu futuro marido, com casamento pendente: há coisas mais importantes que torná-lo rei, no seu ponto de vista. Em uma cena específica, na despedida, fica claro quem está no comando da situação.

A rainha, com seus companheiros de viagem, é a única que consegue passar pela montanha de espinhos que separava a população do castelo. Muitos já tinham tentado e uma senhora, que é a única no reino que ainda não tinha se rendido ao sono, já não tinha mais esperança que alguém fosse capaz de ultrapassá-los. E então, finalmente, o beijo.

O que mais surpreende não é o beijo entre duas mulheres, ainda que esse seja o motivo de tanta motivação para a leitura. O conto, pequeno, é cheio de detalhes que valem uma segunda leitura, como fato de um anão perceber que nem tudo dorme.

Neil Gaiman conseguiu, de novo, juntar magia, fantasia e realidade num conto surpreendente de final incrível. A forma como a mulher é retratada, ao mesmo tempo que esbarra nas histórias conhecidas das princesas, é maravilhosa, muito bem escrita e desenvolvida, sem desperdícios.

Recomendo a leitura para todos. E, se não gostarem do livro (o que, devo dizer, é muito difícil), não terão como não se apaixonar pelo trabalho em cima dele: o dourado brilhante, as ilustrações de Chris Riddell, a capa dura. Preciso admitir: estou apaixonada.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

16 comentários

  1. Helana Ohara em

    Neil é incrível, Ganhei esse conto e li umas duas vezes já. Acho que ele sabe escrever uma história bem demais, ele junto fantasia e magia de um jeito muito sútil ♥

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    Responder
    1. Camille Labanca em

      Sim <3 Neil merece todo o crédito que recebe, o cara é ninja.

      Responder
  2. Mariana Oliveira em

    Ah! Que legal. Não conhecia essa versão ainda. A capa tá linda!

    Responder
  3. Maria Valéria em

    eu tô pra ver algo de Neil Gaiman que não preste. O cara é incrivelmente foda e eu preciso desse livro em meu Acervo hehehe
    As ilustrações são lindas *-* vi algumas pela net…

    Responder
    1. Camille Labanca em

      São mesmo! E a editora teve o maior cuidado com elas, ficou lindo <3

      Responder
  4. Lilian em

    Seu blog é muito bonito.
    Estou bem encantada com o livro, desde a primeira vez que vi, juro que compraria somente pela capa, mas a resenha que desvela um enredo de sonâmbulos, me fez ficar mais desejosa com a obra 😀

    Responder
  5. Roberta Gouvêa em

    Olá, tudo bem?
    Eu nunca li nada do autor e estava esperando a oportunidade! Eu adoro reinvenções de contos tão conhecidos. Com certeza vou querer ler a versão dele! Beijos <3

    Responder
  6. Luan Jonathan em

    Eu fiquei muito interessado nos recentes livros que o Neil tem lançado, João e Maria foi um deles, mas ainda não obtive como tê-lo e em relação A Bela e a Adormecida, me interessei muito também, principalmente por retratar a mulher de uma forma diferente e de o autor ter tocado em algo muito atual, a força das mulheres! Adorei a resenha, só achei que deveria ter contado um pouco menos da história em si, sabe, a parte do beijo, quebrou um pouco da surpresa…

    Abraços e até!!

    lendoferozmente.blogspot.com.br

    Responder
  7. Daniela em

    Neil Gaiman é sensacional! Tenho certeza que esse conto é maravilhoso, vou ler, com toda certeza!! 😀

    Responder
  8. anelise em

    Tudo do Neil é genial né? Eu fiquei com muitaaaaaaaaaa vontade de ler. Meu deus. Olha essa capa.

    Responder
  9. Gaby Marques em

    Eu só li um livro do Gaiman até hoje, O Oceano no Fim do Caminho, pelo qual sou apaixonada. A Bela e a Adormecida parece ser realmente um conto muito bonito e diferente de tudo o que estamos acostumados, mas não é uma estória que eu tenha tanto interesse no momento. A edição realmente está muito bonita!
    Sua resenha ficou muito legal! Gostei.

    Responder
  10. Leonardo Amarante em

    Oi, tudo bem?
    Sou apaixonado por Neil Gaiman desde que li O Oceano no Fim do Caminho e qualquer livro dele entra pra minha lista de desejados. Esse não é exceção. E o que dizer dessa edição maravilinda? Quero pra ontem!

    Beijos,
    Leo
    http://www.segredosentreamigas.com.br

    Responder
  11. Marijleite em

    Olá; primeira resenha que vejo desse livro/conto e acho que iria gostar muito de lê-lo. Gosto de releituras de contos de fadas, e esse me parece ter um estilo bem interessante, além de querer muito ler algo do autor.

    Responder
  12. Catharina em

    Oiiie
    A edição está linda demais haha e eu com certeza iria gostar do livro, sua resenha me deixou ainda mais curiosa e espero poder ler em breve, muito legal a dica

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    Responder
  13. Larissa em

    Oi, tudo bem?
    Não sabia desse conto ainda, mas fiquei bem animada com sua resenha, parece ser algo realmente bem interessante de ler, gosto de contos de fadas e ler uma versão diferente me deixa animada, além disso tenho curiosidade em ler algo desse autor.

    Beijos :*

    Responder
  14. Amanda Raupp em

    Oii!

    Não conhecia o livro, mas amei a sua resenha e a promissa ^^
    Já anotei a dica para ler em breve!

    Beijos, Amanda
    http://www.vicio-de-leitura.com

    Responder