[Resenha] A Fada, de Carolina Munhóz

A Fada
Autor(a): Carolina Munhóz
Editora: Fantasy
Páginas: 256
Avaliação: 3.7
Capa: 5 Diagramação: 3.5 Conteúdo: 2.5

“A Fada” nos apresenta Melanie Aine das Fadas. O sobrenome diferente e meio esquisito não é a toa: Mel é princesa de Fairyland, o reino das fadas. E isso tinha tudo para ser uma notícia incrível, que mudaria a vida dela para melhor, se não tivesse descoberto em seu aniversário de dezoito anos.

O mesmo dia que sua vida desmorona. Seu pai não está mais com ela e sua mãe vai para o Reino das Fadas, deixando-a sozinha na Terra. Como se não fosse ruim o suficiente, ela tem uma missão. E, mesmo sem ter ideia do que seja, ela precisa encerrá-la antes de ir para sua verdadeira realidade.

É assim que ela acaba indo parar numa floresta, para a qual não queria voltar. A sugestão veio de seu amigo Vincento e, apesar do receio, vale a pena. É quando ela tem a primeira dica de sua missão: um par de olhos.

Não demora muito para Mel descobrir (em uma situação até cômica) que o dono desse par de olhos cativantes é Arthur. E que não chega nem perto de ser normal também: sua família toda é de bruxos poderosos. O romance, todavia, não poderia ser negado e é ele que se desenvolve nas páginas do livro.

O primeiro livro de Carolina Munhóz ganha a terceira edição pelo selo Fantasy e, apesar da narrativa não cativar como em outros livros, é impossível negar a escrita única da autora. Com diálogos escritos de uma forma diferente, mas que cabe ao livro, fui pega pelos pensamentos de uma menina mulher que sente mais do que deixa transparecer.

Não é uma leitura exatamente rápida, você precisa se envolver nos sentimentos que estão nas entrelinhas para enxergar além dos fatos descritos. Dessa forma as 256 páginas tomam uma forma diferente ao olhar e o livro se torna mais interessante. Acredito que se a forma de levar a história fosse um pouco mais atraente, dinâmica, o livro seria um sucesso muito maior.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook