[Resenha] A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu na Minha Vida

A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu na Minha Vida
Autor(a): Laura Tait e Jimmy Rice
Editora: LeYa
Páginas: 272
Avaliação: 4.5
Capa: 5 Diagramação: 5 Conteúdo: 3.5

Uma segunda chance para o amor

Alex e Holly cresceram juntos numa pequena cidade na Inglaterra. A amizade parecia daquelas com o incrível “felizes para sempre” – até que a faculdade os separou. Na verdade, a separação aconteceu pouco antes de cada um ir para seu canto.

Holly está pronta para declarar seu amor por Alex. Nervosa, vai até sua casa e até rejeita o café que o pai de Alex oferece – é uma mulher com um objetivo. E tudo vai por água abaixo quando Alex se mostra exatamente o oposto de quem ela conhece. A declaração fica para depois: nunca.

Onze anos se passam. Alex agora é professor, mora com o pai e não se sente especialmente realizado (nem é um professor como achou que seria sua vida toda, como o presente em Sociedade dos Poetas Mortos). Mas seu pai decide vender a casa e ele decide fazer o que sempre sonhou: a diferença na vida de um aluno.

E acaba se mudando para a cidade de Holly. Eles se reencontram e percebem que continuam sentido algo um pelo outro, mas Holly está em um relacionamento sério e, aparentemente, não há espaço para que Alex entre e as coisas se resolvam. Exceto que, claro, há sim espaço.

Gostei da escrita da narrativa, Laura Tait e Jimmy Rice claramente souberam escrever um livro que pegue um pouco da amizade dos dois e transformá-la num romance. Gosto de Holly, ainda que no início ela seja um tanto manipulável. Gosto mais ainda de Alex, com suas manias e TOC por limpeza.

Gosto da mistura de passado e presente, e também me atrai que a história seja contada de forma intercalada, por vezes sendo Holly, outras Alex, cada um com seu ponto de vista sobre tudo que está acontecendo. Todavia, acho que a narrativa podia dar menos voltas.

É natural que as coisas demorem um pouco para desenrolar, mas fica muito exposto que cada um sabe o que sente – porque não assumir e tentar resolver as coisas a partir daí? Mais que isso, o final foi um tanto sem sal para uma narrativa que nos deixa inquietos o tempo todo. Queria mais deles, queria algo que me fizesse suspirar. Não encontrei.

A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu na Minha Vida não foi uma história chata, só queria mais momentos deles dois juntos sendo um casal, em vez de tantas e tantas confusões que eles mesmos complicavam.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook