[Resenha] As Regras da Sedução, de Madeline Hunter

As Regras da Sedução
Autor(a): Madeline Hunter
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Avaliação: 3.7
Capa: 3.5 Diagramação: 4 Conteúdo: 3.5

Delicado como um histórico tem que ser, mas sexy, como um romance tem que ser.

Admito que estava reticente em ler livros da Madeline Hunter. Assim que a Arqueiro lançou os três primeiros históricos, acompanhei as resenhas. Madeline sempre era a mais criticada, entretanto, assim que comecei a ler As Regras da Sedução questionei as críticas.

Alexia Welbourne vive de favor em um quartinho na casa de seu primo, junto às suas primas. Ela acha que já teve o amor de sua vida, que teve de ir à Grécia e não teve o melhor final possível. Assim como ela acha um absurdo a forma que Lorde Hayden Rothwell entra em sua vida.

Ele pode ter arruinado sua família (o que sobrou dela), mas lhe dá uma oportunidade: ser dama de companhia de Lady Henrietta Wallingford e preceptora de sua filha, que, claro, é prima de Hayden.

Sem opções, ela acaba aceitando e, nesse caso, isso significa ver muitas vezes mais Lorde Hayden Rothwell do que ela gostaria. Além de se envolver com emoções que ela preferia não sentir, desejos que ela sequer sabia que existiam.

Claro que a história tem muito mais que apenas isso, logo, seu desenvolvimento é muito mais rico e cheio de detalhes. Sem deixar de lado o gancho para a próxima história. A narrativa de Madeline é simples, o que torna a leitura rápida, ainda que a fonte utilizada não seja exatamente grande (nem minúscula, cabe dizer).

Verdade que a diagramação me incomodou um pouco – uma questão totalmente de preferência, por conta das bordas apertadas, o que com certeza é mais ecológico. De qualquer forma, a história de As Regras da Sedução é interessante, prende a atenção do leitor e é repleta de reviravoltas, situações que não pretendo falar para não estragar a leitura para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade.

Sem dúvida, com o desenvolvimento das personagens muito bem explorado, gostaria de ter procurado os livros para ler antes e, provavelmente, ter sido conquistada antes pela série. Por isso mesmo, recomendo a todos os fãs de históricos.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

4 comentários

  1. Babi Lorentz em

    Como você estava reticente antes, preciso dizer que estou da mesma forma. Não sei se eu iria gostar do livro se o lesse porque ele não é bem o tipo de livro que eu costumo gostar… Por isso fico na dúvida.

    Responder
  2. Julia em

    Perfeitoo! Eu simplesmente adoro essa obra. Acho que a Madeline foi muito feliz com ela. Adorei também a sua resenha. 😉

    Responder
  3. Sônia em

    Já está na minha lista de desejos, assim que possível irei adquirir o livro.

    Responder
    1. Camille Labanca em

      Vale a pena <3

      Responder