[Resenha] Até Eu Te Encontrar, de Graciela Mayrink

Até Eu te Encontrar
Autor(a): Graciela Mayrink
Editora: Novo Conceito
Páginas: 312
Avaliação: 4.3
Capa: 4 Diagramação: 5 Conteúdo: 4

Até Eu Te Encontrar me surpreendeu logo nas primeiras páginas, a escrita é diferenciada por possuir claramente mais falas que narração propriamente dita, o que, a princípio, causou uma estranheza. Entretanto, Graciela Mayrink não deixa que essa diferença seja algo negativo. Não, é muito mais como sua marca chamativa no meio literário, além de uma bela estratégia para atingir seu público alvo, tornar a história interessante e fácil de se ler.

É um livro que junta realismo e sobrenatural de uma forma maravilhosa. Não é porque se fala da religião Wicca (outro fato que achei extremamente interessante e que dá um peso real à situação que inclui, obviamente, magia), que se torna parecido com qualquer outro livro que já tenhamos lido. Nem faz da história menos realista – um ponto que a autora diz querer atingir e consegue brilhantemente, mesmo tomando conta de elementos que não fazem – em teoria – parte de nosso cotidiano.

Em certo momento torna-se clara a história do livro, provavelmente pelo fato de que a escritora não perde páginas falando coisas que não acrescentem algo à história, o que sugere uma passada rápida do tempo que incrivelmente não atrapalha o rendimento no geral; ao contrário, mantém-nos interessados no que está sendo dito.

Acredito, entretanto, que se podia ter gasto mais um tempo falando dos personagens de forma mais profunda, interiorizada. Isso elevaria um pouco do juvenil, creio eu, mas seria interessante saber um pouco mais a fundo sobre Felipe, Mauro, Bruna, Gustavo e até mesmo Luigi.

Não acho também que tenha ocorrido uma exploração na mudança de cidade que Flávia sofre, talvez propositalmente a mudança seja natural à ela, por estar envolvida com Viçosa e outras cidades que ficam perto, envolvida de forma a justificar o sentimento de ‘estar em casa’, mesmo não estando no local onde se viveu durante anos, longe de seus parentes que a criaram.

Por fim, o final do livro deixou um aberto a questão dos parentes. O que eles acharam, afinal? Eles souberam das descobertas? Como lidaram com elas? A convivência mudou desde então? Afinal, a história tem lá seus segredos que não foram totalmente esclarecidos, deixando uma curiosidade quando paramos para pensar na leitura finalizada. Nada que prejudique o livro no seu todo, que certamente é mais um sucesso dos novos escritores, mas funciona como mais algo que eu gostaria que tivesse sido explorado.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

28 comentários

  1. Franciane Flôres em

    Eu adoro diálogos em livros, acredito que qto mais diálogos melhor! Me espantei na resenha quando você mencionou o tema sobrenatural como parte do livro, juro que não imaginava que o livro abordaria esta temática! Já me surpreendeu.

    Responder
  2. Regina Aparecida Pereira em

    Fiquei extremamente curiosa em ler o livro, depois que li a resenha me despertou uma imensa vontade de saber como os diálogos acontecem e como é abordada a religião Wicca e os assuntos sobrenaturais.

    Responder
  3. Leila em

    Fiquei curiosa sobre a religião Wicca. Também quero saber como é essa história de alma gêmea.

    Responder
  4. Silvia Ties em

    Aii quero esse livro!!ja tinha ouvido falar dele, mas ainda ñ tinha lido ainda a sinopse e nenhuma resenha, amei a sua resenha!!é otima!!parabéns!!

    Responder
  5. André Luiz em

    Oi, muito legal esse livro, eu realmente não conhecia, rsrs

    André Luiz

    Responder
  6. Márcia Novaes em

    pensei q ja havia comentado akie O.o kkkkkkk
    nha desd a primeira vez q eu vi esse livro me apaixonei.. primeiro pq a capa er moooooooo fofa.. e outra por causa da historia. uma historia bem simples, mas q parece a vida da autora né?! ouuuuuu seja, ela buscou coisas da sua vida e colocou na obra.. o q eu acho fantástico.. como uma auto biografia e tal.. mesmo sendo um romance. e amoooo tbm sobre a questão de alma gemia…esse assunto é tão clichê, mas tão complicado.. ai envolve sobrenatural .. amo a historia das bruxas e tal.. e eu quero muitooooooo ler esse livro.. espero q eu ganhe na promooooooo.. se não.. eu compro assim q der.. mas eu rpeciso ler hoho’

    P.S.:se o final ficou em aberto, sera q vai ter continuação?

    xerus

    Responder
  7. Ana Death Duarte em

    Fiquei bem curiosa por saber que tem lance Wicca no livro. Quero ler!!! =]]]]

    Responder
  8. Flávia Pachêco em

    Eu achei a capa super legal, e ela me chamou atenção, assim como o título *-* Adorei a sinopse, e a resenha está ótima! Fiquei com muita vontade de ler esse livro!!

    Beijão

    Responder
  9. Virginia de Oliveira em

    Eu quero muito ler esse livro, pela resenha ele é bem interessante, eu nunca tinha visto nada sobre ele e agora fiquei bem curiosa.
    @virginiadeob

    Responder
  10. Karini em

    A unção de realismo com sobrenatural já me deixou curiosa.. e o fato de vc dizer que a autora é direta não perde tempo enchendo com coisas que não acrescente a história me deixou bem animada!

    Responder
  11. Erica Marts em

    Eu achei a capa linda. Muita narração às vezes me faz perder a paciência, gosto mesmo dos personagens falando!
    Não gosto muito de finais em abertos exceto quando tem continuação. Gosto de pontos finais.
    Mas mesmo assim gostei da resenha, quero conferir o livro.

    Bye

    Responder
  12. Danni em

    A grande quantidade de diálogo no livro o fez ainda melhor… Adorei o jeito da Grazi escrever!
    O livro é incrível!
    A história nos prega uma peça e descobrimos que ela realmente não é o que parece!
    Foi realmente maravilhosa essa mistura do realismo com sobrenatural! Adorei mesmo!
    Bela resenha!!

    Bjs

    @DaninhaG3

    Responder
  13. Vanessa Paiva em

    Eu achei a capa bem adolescente…e por gostar do gênero infanto-juvenil…é claro que me chamou atenção…mas o que mais me chamou a atenção nesse livro é a forma como ela vai trazer sua “possível alma gêmea” para perto dela.

    Sou fascinada pela cultura Wicca…mais um ponto a favor.

    Às vezes, deixar em aberto sobre alguns personagens pode ser um gancho para outras histórias…eu gosto disso…quem sabe não é a intenção dela neh?… =D

    Quero mt ler o livro…e assim poder dar minhas impressões pessois…mas a resenha ficou mt boa…sem spoilers e nos deixando curiosos para conhecer essa galera.

    Parabéns.!

    Responder
  14. Ronni em

    Parece interessante!

    Responder
  15. A capa é linda, a sinopse é interessante e a autora, uma fofa! Eu conversei com ela na Bienal do Rio e adorei. Estou curiosa em relação a esse lance de magia!

    Responder
  16. Milena Vieira em

    Oi, tudo bem?

    Estou bastante curiosa a respeito desse livro.. jah está na minha lista de desejados! rs
    Gostei da resenha!

    Beeijos,
    Ler e se Aventurar

    Responder
  17. Ana Luiza Rosa em

    Oi, gostei muito da resenha!
    Fiquei sabendo a pouco tempo do trabalho dessa autora, e me interessei muito, ganhei um livreto com o primeiro capítulo do livro e adorei a escrita, quero muito lê-lo 🙂

    bjs,
    Aninha – Ofício dos Livros

    Responder
  18. Jana em

    Gosto muito de livros com mais diálogos que a narrativa ‘nua e crua’. Acho que facilita a identificação com o personagens, sabe? Prende você às páginas. Nunca li nenhum livro que tivesse qualquer coisa sobre Wicca! Interessante quando os autores adicionam coisas diferentes assim, é conhecimento a mais, né? Uma coisa que nao gosto (como já comentaram aqui) é de finais sem ponto final, me dá uma aflição. haha Apesar desse ponto negativo, achei a história da alma gêmea bem curiosa, acho que a leitura vale a pena. 🙂

    Responder
  19. Rodolpho Eredia em

    adoraria ter uma experiência de leitura como essa, é incrivel como o sobrenatural atrai as pessoas. Pra variar e adquirir diferentes culturas. Interessantíssimo!! Sorteio! 🙂

    Responder
  20. Jonathan Caroba em

    A coisa do diálogo varia de leitor para leitor. Alguns gostam e outros não, mas não piora nem melhora a história. A não ser que os diálogos façam com que a história fique pobre demais ou a própria escrita fique deteriorada!

    Amplexos

    @Caroba_

    Rio Navegante
    http://www.rionavegante

    Responder
  21. Camilla Leitte em

    Eu havia lido a sinopse do livro e me encantei, estou louca para lê-lo! o/
    Beijos, Camilla Leite.

    Responder
  22. Alexandrina Oliveira em

    Como assim o grande amor da minha vida ser alguem que não suporto???

    hummm, parece bem diferente e interessante.

    Legal falar sobre wicca principalmente um livro brasileiro

    @alexandrina)ufc

    Responder
  23. DeZinha em

    Oie.
    Não acredito em alma gêmea…mas, acho que nada acontece por acaso…
    Despertou minha curiosidade…
    Beijo.

    Responder
  24. Adriana em

    Gosto muito de histórias com um toque sobrenatural, esse livro realmente tem uma história bem interessante e que prende o leitor do inicio ao fim, e o melhor, é de uma autora nacional o que no meio conceito ganha um ponto a mais!

    Responder
  25. Tatiane em

    Oiii

    Envolver o sobrenatural é o que esta mexendo com todos aqui e faz do livro algo mais realista,pois elimina alguns maus olhados para a religião citada.
    Alguns autores “enchem tanto linguiça” que perdemos o afeto por um livro e as vezes pela autora.
    Então ATÉ EU TE ENCONTRAR tem com certeza algo de muito especial.

    Beijoos

    Responder
  26. Davi Araújo em

    Ainda não li sobre sobre Wicca mas até que tenho curiosidade. Quando vi a capa parecia que não tinha nada de sobrenatural, rs. Acho que um livro tem que ter um final bacana esclarecendo muitas coisas, e deixar o minino para as continuações

    Responder