[Resenha] Crash, de Nicole Williams

Crash
Autor(a): Nicole Williams
Editora: CreateSpace
Páginas: 215
Avaliação: 4.7
Capa: 5 Diagramação: 4 Conteúdo: 5

Lucy in the Sky with Jude, com muito Beatles.

Esqueça tudo que você conhece sobre bad boys e conheça o mais autêntico do tipo: Jude Ryder. Ele pode ser lindo, sexy, gostoso e todos os elogios cabíveis para seu físico, mas também é um assaltante exemplar, que já foi preso doze vezes – nenhuma das vezes por engano.

Lucy Larson, ou Lucy in the Sky, como seu pai a chama, pode ser uma bailarina incrível tentando entrar em Juilliard, mas a delicadeza, em geral, acaba aí. Alguns minutos na praia são o suficiente para que ela defina um objetivo: Jude. Claro que ela não faz a menor ideia de quem ele é.

Há cinco anos sua vida mudou completamente. Após uma situação, sua mãe deixou de ser a mulher que lhe prepara lanches e seu pai deixou de ser praticamente qualquer coisa. Por causa da situação financeira precária, ela muda de casa e escola. A única coisa boa no meio disso tudo parece ser o garoto que ela viu.

Só que o primeiro dia de aula vai provar que até isso pode não ser exatamente uma coisa boa. Ele não só estuda com ela, como também tem uma fama tão horrível que logo Lucy se torna parte dela.

Crash é o primeiro da trilogia que vai contar a história do casal Lucy e Jude. A referência às músicas dos Beatles não é a toa, e eu particularmente adorei como a autora incluiu ambas as canções na história – fazendo não só todo o sentido, como também trocadilhos irônicos.

É claro que o fato de Jude ser um bad boy “de verdade” tem um peso grande no diferencial da história, ainda mais quando começamos a descobrir quem de fato ele é – algo que logo no início cria suspeitas – e porque chegou à situação atual. Melhor ainda quando ele mostra sua personalidade estourada unida à proteção de quem ama.

Lucy é diferente também, não faz tipos. Dança balé há muitos anos e quer salvar o mundo, mas em momento algum faz o gênero inocente, tanto quanto não faz o de quem quer revolucionar as coisas. Sim, ela tem pensamentos lógicos que, por vezes, não condizem com a realidade, mas, vamos combinar: quem não foge dos padrões de vez em quando?

Crash prende a atenção e logo nos faz querer ler o segundo, para saber como a história continua. Só sabemos que, nem de longe, a vida do casal será fácil. Da mesma forma que compreendemos (felizes e extremamente satisfeitos) que eles vão sim superar as dificuldades. Não só pelo amor, mas pela personalidade que não os permite ser pessoas passivas.

Por todos os motivos acima, além da escrita de Nicole Williams, que é muito boa por si só, eu recomendo a leitura principalmente para quem gosta de new adults e young adults.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook