Resenha | Desperte A Diva Que Existe Em Você, de Eduardo Camargo e Felipe Oliveira

Desperte A Diva Que Existe Em Você
Autor(a): Eduardo Camargo e Felipe Oliveira
Editora: Rocco
Páginas: 336
Avaliação: 4.7
Capa: 5 Diagramação: 5 Conteúdo: 4

Após o lançamento de Amiga, deixa de ser trouxa! (Matrix, 2015), Eduardo Camargo e Felipe Oliveira se unem no lançamento de Desperte A Diva Que Existe Em Você, baseado nos posts da fanpage Diva Depressão que conta com mais de 2 milhões de seguidores no facebook.

Ao contrário da intenção do primeiro livro, este é basicamente uma volta aos tempos de TodaTeen e Capricho e Atrevida, só que de um jeito muito mais engraçado. O livro é todo repleto de testes que, eles prometem, vão te fazer entender com clareza seu lugar no mundo – mesmo se esse lugar não for tão agradável assim.

Desperte A Diva Que Existe Em Você, de Eduardo Camargo e Felipe Oliveira

O livro se inicia com uma brincadeira para que a gente descubra nosso nome de diva. O meu, por acaso, é Madame Constanza Velasques Telles – achei muito digno. Em seguida, após uma breve introdução, vem o primeiro teste de personalidade: quem é você na fila do pão?

A maioria dos testes vem com um texto introdutório, que abre espaço para o tom sarcástico que a gente já conhece da fanpage. É o caso de, por exemplo, “qual seu nível de estresse?”. Ainda no início, encontramos aquele caça-palavras que nos define pela primeira palavra que encontramos e, depois de algumas páginas, uma cruzadinha “da cafonice”.

Desperte A Diva Que Existe Em Você, de Eduardo Camargo e Felipe Oliveira

No meu caso, no caça-palavras fui definida como inteligente, top (não sei se essa palavra foi proposital), maravilhosa, nervosa e burra – o que não fez muito sentido, mas tudo bem. A cruzadinha deixei para depois porque, honestamente, nem marca sei direito.

Os testes ainda são interrompidos por outras atividades, como o vudu da falsiane e o labirinto de domingo. É o livro ideal para quem quer matar o tempo livre fazendo alguma coisa que tenha um tom irônico e engraçado. Simples, mas elegante, porque diva que é diva não perde a classe nem fazendo testes.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook