[Resenha] Dois Garotos se Beijando, de David Levithan

Dois Garotos se Beijando
Autor(a): David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 224
Avaliação: 4.5
Capa: 5 Diagramação: 4 Conteúdo: 4.5

Todos os meus parabéns para David Levithan – mais uma vez

Sabe aquele livro que você não sabe se baba, se fica apreciando a vista ou se lê? E quando decide ler (de cara, nem foi preciso pensar muito) você não consegue seguir a leitura rapidamente porque precisa parar a cada duas páginas para marcar um trecho? Essa era eu lendo Dois Garotos se Beijando.

É difícil falar de um livro como este, que mistura tantas personagens em uma narrativa até mesmo simples. O resumo é: dois garotos querem bater o recorde mundial de maior tempo que um beijo durou. É nisso que a história se centra – mas não exatamente. “Como assim, Camille?”

O amor é tão doloroso; como podemos desejar para alguém? E o amor é tão essencial; como podemos atrapalhar o progresso dele?
– Pág. 15

Acontece que, nessa narrativa, quem nos conta a história é uma terceira (ou quarta ou quinta ou sexta, encare como preferir) pessoa, um observador que parece ser adulto, homossexual e ter vivido o pior do que a geração de homossexuais vive hoje. São eternas comparações, que me cansaram muito pouco, entre a vida deste narrador e a das demais personagens.

David Levithan traz, em uma narrativa exemplar, um discurso LGBT que não é clichê, mas passa por todas as questão que são – e precisam continuar sendo – discutidas. Falar disso em um tema aparentemente simples não é para qualquer um, não é para qualquer autor, nem leitor.

É um dos grandes dons do corpo, a capacidade de prolongar a música bem depois de ter desaparecido.
– Pág. 29

Foi um livro que demorei um pouco mais para ler, é verdade. É verdade também que, apesar de pequeno, a narrativa não fluía como os demais livros que li do autor. Mas, se tivesse que escolher um, escolheria esse, pois definitivamente atingiu todos os leitores pertinentes, colocou questionamentos, discutiu pautas e nos fez apaixonar por cada uma das personagens apaixonadas, se beijando, dançando.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook