[Resenha] Enfim Magra, E Agora?

Enfim Magra, E Agora?
Autor(a): Bruna Gasgon
Editora: Geração Editorial
Páginas: 103
Avaliação: 2.8
Capa: 2.5 Diagramação: 3 Conteúdo: 3

Enfim Magra, E Agora? serve tanto para as magras / magrinhas quanto para as gordas / gordinhas / ‘cheinhas’ e qualquer mulher que tenha qualquer tipo de problema em relação ao peso.

De forma simples, Bruna Gasgon fala de si mesma, o quanto sofreu por ser magra demais em uma época onde aquela gordurinha localizada era sinal de charme e o quanto lutou para atingir a incrível marca de 56kg (pasmem, mas foram dez anos no mínimo para atingir esse peso!).

Marca que, creio eu, metade das mulheres ultrapassam sem problema e se culpam por isso. Ser magra é sinal de que você é sensual, bonita e esbelta, mas – a própria Bruna fala – já notou que aquela sua modelo favorita quando não está nas passarelas nem é tanta coisa assim? Às vezes ela é até um pouco estranha, tão magra que seu rosto parece fino demais, assim como os braços e as pernas. Por que então queremos ser iguais à elas? É bonito ter 1,80 de altura pesando o mínimo possível para se sustentar?

Essas são algumas das perguntas que Bruna responde eu seu curto livro sobre peso. Ela esclarece que, claro, cada pessoa pode fazer o que quiser com o próprio corpo, mas que existem limites – inclusive psicológicos – que devem ser respeitados.

Magrinhas que querem engordar tem seu motivo, por mais incrível que possa parecer. E, às vezes, as gordinhas são mais saudáveis que as magrinhas – então a desculpa “emagrecer para ser saudável” se com a dieta da fotossíntese, a escritora garante, não adianta nada.