Resenha | Eu Digo Sim, de Eliza Kennedy

Eu Digo Sim
Autor(a): Eliza Kennedy
Editora: Rocco
Páginas: 368
Avaliação: 4.5
Capa: 4.5 Diagramação: 4.5 Conteúdo: 4.5

Eu Digo Sim, da autora Eliza Kennedy era uma das opções entre os lançamentos de março da Rocco e eu pedi, acreditando na sinopse que seria um livro divertido. Sim, eu já fui com todas as melhores expectativas sobre ele, mas não esperava me divertir tanto.

Sabe livro que você está lendo e do nada solta uma GARGALHADA e as pessoas a sua volta não entendem nada? Então, isso aconteceu comigo na sala de espera do médico e durante o expediente no trabalho enquanto lia, ilegalmente, o capítulo do dia.

Passando os olhos assim que recebi, vi que os capítulos eram divididos em blocos, pelos dias da semana e resolvi ler assim. Demorou uma semana, vivendo a confusa semana da Lily, a protagonista. Vamos a história? Lily é uma advogada, bem resolvida que gosta de sexo.

Conheceu Will, e depois de 3 dias trancados em seu apartamento, engatam num namoro fofo e decidem se casar. Apesar de já morarem juntos e Will ser o cara perfeito, arqueólogo de vida lenta, Lily não consegue controlar seus desejos carnais e com isso, seguem transando com uns e outros por aí.

O livro conta a semana que antecede o casamento de Lily e Will, onde eles viajam para a Florida (cidade natal de Lily) onde vai acontecer a grande festa. Além de lidar com a sua família, a família do noivo (que não conhece) e os convidados que estão chegando para o grande dia, os preparativos da festa, Lily ainda tem que lidar com seus impulsos, as duvidas sobre como será a vida de casada, dar conta de preparar uma testemunha para um julgamento milionário de seu escritório, encontrar um amigo de infância que faz relembrar seu passado – meio – obscuro e o choque da proposta de um casamento aberto!

SIM. Will, o cara chato na verdade é tão liberal quanto ela e isso é um choque pra Lily que não lida muito bem como essa declaração de liberdade.

Com uma escrita bem simples e com diálogos bem dinâmicos, a autora Eliza Kennedy, consegue te colocar na pele de Lily e com isso fica fácil se identificar e justificar, mesmo as maiores barbaridades que ela faz e diz.

Recomendo muito! Dê esse livro pra sua melhor amiga de presente. Sigam meu conselho de ler um bloco por dia, assim fica mais divertido e te faz manter o interesse. Esse não é um livro que precisa ser lido em uma noite.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook