Resenha | Grace – A Princesa de Mônaco

Grace - A Princesa de Mônaco
Autor(a): Jeffrey Robinson
Editora: LeYa
Páginas: 416
Avaliação: 4.7
Capa: 4.5 Diagramação: 4.5 Conteúdo: 5

Uma biografia que prende do início ao fim, com um conto de fadas inesquecível.

Se você decide se aventurar no livro Grace – A Princesa de Mônaco precisa entender algumas coisas antes. A primeira delas é que você não precisa ter nenhuma noção de quem foi Grace Kelly e como ela contribuiu para Mônaco ou Hollywood. Também não precisa saber nada de Mônaco, seus príncipes e histórias.

O livro de Jeffrey Robinson pode ser uma biografia de Grace, e de fato é, mas vai muito além disso. Ainda que Grace esteja em cada página, mesmo quando o foco está no Príncipe Rainier ou em um dos três filhos do casal), inclusive nas páginas após sua morte, a história é sobre cada integrante da família.

Com isso, fica impossível não falar do que era Mônaco e de como ela foi se tornando o que é hoje. Impossível não falar de imprensa abusiva, encontros com Frank Sinatra e a futura Princesa Diana, de festas, de solidariedade, de dinheiro. De crescimento, de amor verdadeiro e como conquistá-lo não é nada perto de fácil – de como a vida não é justa.

Grace era linda. Rainier era tímido. Seus filhos eram a mistura de ambos. Mônaco era o último lugar que queriam visitar. Tudo isso mudou com eles em família, com seus trabalhos, com suas lutas diárias. É uma incrível biografia com história de amor, de perseverança, de esperança e de como uma família deveria ser: unida, forte quando junta.

Jeffrey conheceu e conversou com todos, talvez por isso tenha conseguido manter o humor durante todos os capítulos, fazer do livro completo em todos os sentidos e nos apresentar uma mulher e seu marido de uma forma única, que vai ficar para sempre na minha memória.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook