[Resenha] Iniciada, de Amanda Hocking

Iniciada
Autor(a): Amanda Hodkin
Editora: Rocco
Páginas: 336
Avaliação: 4.5
Capa: 5 Diagramação: 4.5 Conteúdo: 4

Um final que você não supõe em Trocada, mas conquista mesmo assim.

No último livro da trilogia de Amanda Hocking, Wendy está morando no castelo de sua cidade natal, junto com sua mãe, Matt, Finn e as principais pessoas da trama. Ao manter as pessoas que ama, ela sabe que está as protegendo.

É claro que elas também estão ali para protegê-la. Afinal, Wendy está prestes a se tornar, de fato, a rainha do povo Trylle. E, para isso, ela precisa seguir as regras como são ditadas – finalmente consegue entender isso e ser forte para equilibrar dever e coração.

É em Iniciada que Wendy reconhece seu caminho e se coloca disposta a lutar por ele. Se em Dividida ela foi obrigada a crescer e lidar com verdades que poderiam a desestruturar por completo, em Iniciada ela se assume como mulher, rainha e sabe que será o ponto de mudança de seu povo.

Ao contrário de muitos, gostei bastante do rumo da história. Acredito que todas as ações de Wendy foram bem desenvolvidas e suas decisões não foram precipitadas. Apesar de ser contra triângulos amorosos, Amanda me surpreendeu ao colocar Finn da forma que colocou – um homem que não está disposto a lutar em nome do amor, mas sim e apenas do dever – e Loki como quem é.

Sem dramas desnecessários, Wendy reconhece que precisa tomar atitudes que colocam em risco as pessoas com as quais ela mais se importa. Em suma, eu diria que Wendy difere das demais personagens românticas e não acaba sendo mimada ou chata. Ela luta pelo que acredita, mas não luta por quem não quer lutar.

Matt encontra seu destino onde menos se podia esperar, podendo atuar na profissão que sempre quis e continuar próximo da sua irmã e seu recém descoberto irmão. E essa nova família que se forma encontra seu lar em um espaço que sequer sabiam que existia. Admiro que a autora tenha feito a família permanecer unida.

O que quero dizer é que Iniciada é o final perfeito para uma série que se propôs ser inovadora desde as primeiras folhas do primeiro livro. Recomendo a leitura e a insistência, com atenção para o desenvolvimento (brilhante) das personagens – cada uma delas.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook