[Resenha] Keep Me Still & Hold Us Close

Keep Me Still & Hold Us Close
Autor(a): Caisey Quinn
Editora: Kindle
Páginas: 278 e 123
Avaliação: 4.2
Capa: 4 Diagramação: 4 Conteúdo: 4.5

Inesquecível e emocionante.

Layla era muito nova quando viu um assalto se tornar numa tragédia. Desde então, com barulhos altos e não esperados, ela começa a tremer e às vezes chega a desmaiar. É isso que fez dela a garota menos popular na escola, uma maluca na visão de todo mundo.

Menos de Landen, que não entende como todos os garotos daquela escola não estão correndo atrás dela e implorando por uma oportunidade. Oportunidade essa que ele tem ao derrubar cada muro que ela ergueu a sua volta, provando que ele realmente quer conhecê-la.

E conhece, tendo a certeza de que um caso com ela não é um caso, mas sim um relacionamento. Ele está disposto a esperar todo o tempo que ela precisar para dar os próximos passos, mas, às vezes, as coisas não acontecem da forma que esperamos.

O pai de Landen não é um exemplo a se seguir. Landen não faz ideia do motivo, mas o pai o odeia e não faz questão de tentar esconder. Eles brigam, com palavras e punhos, mostram o quanto são imperfeitos e jamais notam uma qualidade. E, como era de se esperar, o pai estraga tudo para ele. Mais uma vez.

Caisey Quinn tem uma história para contar, e ela não é totalmente bonita. Ela fala de violência, de abuso psicológico, do fato de que nada é permanente. Ao mesmo tempo, é uma história de amor delicada, que mostra o valor da paciência e nos faz pensar se é verdade que só o sentimento basta.

Os dois têm problemas seríssimos, que são os motivos perfeitos para que nunca fiquem juntos. São, também, exatamente a motivação para que faça tudo dar certo, por mais difícil que possa parecer. A novela, Hold Us Close, complementa a história e nos mostra um lado que o livro não teve tempo de mostrar.

Keep Me Still é incrível e impecável do início ao fim. Nada é por acaso, nada é apenas para tornar o livro um pouquinho maior. Tudo tem sentido, papel e importância. É o livro que vai te fazer suspirar, rir e chorar – tão completo em si mesmo que, ao final, acaba se tornando um pouco da sua história também. Afinal, vivemos junto às personagens.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

1 comentário

  1. Juh Claro em

    Hum, interessante! Não tinha ouvido falar ainda desse – na verdade, nunca li uma novela (shame on me!), mas parece ser bem intrigante. Gosto de histórias assim e depois de ter lido alguns livros melosos demais, acho que estou precisando de algo com mais obstáculos haha

    Beijo!

    Responder