[Resenha] Lick, de Kylie Scott

Lick
Autor(a): Kylie Scott
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 304
Avaliação: 4.5
Capa: 4 Diagramação: 4.5 Conteúdo: 5

Um perfeito chick lit, com um background especialmente bacana

Quando Evelyn acorda, ela percebe algumas coisas: não está nem perto do elegante, não lembra absolutamente nada do que aconteceu na noite anterior e seria ótimo se alguém explicasse aquele cara lindo olhando encantado pra ela. E o que diabos é esse anel gigante no seu dedo?

Então, o cara lindo de corpo perfeito, cujo nome é David, por sinal, percebe que ela não lembra de nada. Que bela maneira de começar um casamento! Ele dá meia volta, sai e começa a preparar os papéis para o divórcio. E, para ela, tudo bem.

Ev arruma as malas e volta para casa – e se descobre mulher de um dos integrantes da Stage Dive. Isso, honestamente, não muda em nada seus planos de separação – mas encontrar David para assinar os papéis, bom, é claro que não vai ser simples assim. Até parece que David vai facilitar as coisas para ela…

São canções de amor. O amor nem sempre é tranquilo e sem incidentes. Ele pode ser bem doloroso e confuso. Mas não quer dizer que não possa ser a coisa mais incrível a acontecer com você.

Sabe aquele livro que você começa a ler e logo se vê apaixonado pelas personagens e pelo romance? Lick é desses. Foi exatamente assim que me senti quando comecei a lê-lo. Quando vi estava na metade dele, querendo mais.

David tem todo o charme que caras como ele deveriam ter, é claro, mas guarda suas inseguranças. Ev tem a vida perfeita, que seu pai planejou para ela e não que ela mesma quis – e é óbvio que precisa de uma mãozinha para perceber tudo isso.

Mal, que será personagem principal em Play, já conquista de cara – e estou mesmo muito ansiosa para seu livro. A amizade dele com David nos faz rir e é dinâmica, assim como o relacionamento que cria com Ev.

Naquele instante, eu o odiei e o amei. Parecia não haver nenhuma diferença.

Ao contrário de outro livro do mesmo gênero e estilo, não achei que nenhuma das cenas pareceu forçada. Ainda quando o drama explode (porque, sim, explode), somos levados aos sentimentos de Ev e David e acompanhamos a resolução de perto. Queremos saber como vai se resolver, colocamo-nos no lugar das personagens e questionamos suas atitudes.

É isso, entende? É esse sentimento de ser levado pela história sem perceber, de se envolver. É claro que recomendo Lick – para quem adora um chick lit, este é perfeito.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

2 comentários

  1. Luisa em

    Ola, gostaria de saber se o terceiro livro é do irmao do David? ps esqueci o nome dele hahahahah

    Responder
    1. Camille Labanca em

      É dele sim! (:

      Responder