Resenha | Meu Coração e Outros Buracos Negros

Meu Coração e Outros Buracos Negros
Autor(a): Jasmine Warga
Editora: Rocco
Páginas: 312
Avaliação: 4.2
Capa: 3.5 Diagramação: 4.5 Conteúdo: 4.5

É sempre muito bom – e difícil – encontrar um livro que traga a temática da depressão e saiba explorar, em detalhes, o que realmente é a doença e como ela afeta não só a pessoa que sofre, como todas ao seu redor. Conforme desabafei um dia desses, sei, na pele, o que é isso. E achar um livro que saiba falar tão bem sobre… Conforta.

Meu Coração e Outros Buracos Negros nos traz Aysel, uma menina de 16 anos que adora passar o tempo tentando entender física e o que exatamente acontece com a nossa energia potencial depois que morremos. Em meio a uma de suas buscas, ela encontra um site. Um site de suicídio.

E é assim que ela conhece Roman. Cada um vê no outro a oportunidade de bolar um plano perfeito para a própria morte. Marcam data, debatem meios e acabam de aproximando – algo muito natural quando o assunto é tão particular e intenso. Coisa que, no caso, não exatamente ajuda o plano de nenhum dos dois.

Jasmine Warga nos envolve em um romance que vai muito além do clichê. É realmente difícil encontrar alguém capaz de escrever sobre um assunto tão delicado de forma tão real e verdadeira, sem as particularidades que são senso comum e nem sempre acontecem. É falar sobre vazio e desespero, e sobre como tudo pode parecer perfeito aos olhos dos outros quando os olhos dos outros não são o bastante para nos fazer querer seguir em frente.

Ao mesmo tempo, não é um livro chato ou extremamente pesado. É claro que não é uma leitura leve e suave, mas a autora conseguiu criar um universo próximo do nosso que faz qualquer leitor querer entender mais, se envolver mais e estender a mão para ajudar tanto Roman quanto Aysel.

Gostei muito de como a narrativa foi desenvolvida, como a história vai tomando seu rumo próprio e como as personagens vão crescendo. Elas são fortes desde o início, mas a autora consegue fazê-las explorando suas qualidades e defeitos numa realidade triste, que não é fácil de sair, mas possível.

Recomendadíssimo para leitores de young adult com temáticas mais desenvolvidas. Vale muito a pena. Só não vá esperando um simples romance, porque não é essa a proposta.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook