Resenha | O Beijo das Sombras

O Beijo das Sombras
Autor(a): Richelle Mead
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 319
Avaliação: 3.5
Capa: 4 Diagramação: 4 Conteúdo: 2.5

O Beijo das Sombras é o primeiro livro da série Academia de Vampiros, que particularmente nunca tinha me interessado muito e acabei comprando por ter feito uma troca no skoob que me rendeu o segundo, e não o primeiro, da série. Comecei a ler esperando algo – admito – infantil e sem graça. Vampiros tinham me cansado um pouco e acreditei que teria que ser algo muito bom para mudar minha visão. Não vou dizer que é um livro incrível, mas certamente me surpreendeu.

Lissa faz parte do que seria a realiza dos vampiros, e como era de se esperar é popular na escola São Vladimir, própria para vampiros. Todo vampiro tem seu guardião, principalmente os da realeza, para que os defendam das dificuldades e lutem sempre que algo os ameaçar. Antigamente, diz um dos vampiros, guardiões (meio-vampiros) e vampiros lutavam junto contra aqueles que se desviaram do lado positivo de ser um vampiro. Lissa e Rose, sua melhor amiga e guardiã, acabam lutando juntas durante o tempo que fugiram da escola e, mesmo quando capturadas de volta, permanecem unidas até mesmo quando são obrigadas a se separarem.

Rose quer descobrir mais sobre o Beijo das Sombras, e ver se isso tem mesmo alguma relação com o fato dela sentir como Lissa está, podendo entrar em sua mente, mesmo quando não quer. Quer descobrir mais sobre a história de São Vladimir que, de desinteressante, passou a ser um de seus focos, enquanto tenta manter sua melhor amiga em sã consciência e sobrevivendo ao que de fato é aquela escola, guardando segredos que – ela sabe – não pode revelar.

A estória de Richelle tem uma linguagem infanto-juvenil que, para mim, foi o que tirou a graça do livro em si. Os personagens tem um desenvolvimento bom, não só os principais como também os secundários, ficamos curiosos para saber o que acontecerá nos próximos livros, mas poderia ter um toque a mais se a escrita fosse mais jovens-adultos, captaria mais detalhes e transformaria o cenário “escola” em algo mais chamativo.

A série ganhou muitos fãs, e não foi a toa. Tem uma narrativa interessante, mesmo que podendo ser melhorada e readequada para idades maiores. O livro terminou e me deixou curiosa para como será o próximo, o crescimento das personagens e descobrir finalmente como tudo termina. Entretanto, o caminho é longo, são mais cinco livros pela frente que tem tudo para ser bons.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

1 comentário

  1. steh em

    ja li TODA a série e achei MUUITO legal,até chorei quando acabou.não tem como dizer quão legal é o livro sem fazer spoiler,então vou parar por aqui e dizer q as coisas ficam legais de verdade no livro 3.

    Responder