Resenha | O Fazedor de de Velhos, de Rodrigo Lacerda

O Fazedor de Velhos
Autor(a): Rodrigo Lacerda
Editora: Companhia das Letras
Páginas: 152
Avaliação: 4.2
Capa: 4 Diagramação: 5 Conteúdo: 3.5

Pedro é um jovem no auge dos seus 20 e poucos anos. O fato é que Pedro poderia ser João, Maria ou José. Pedro poderia ser qualquer um de nós jovens vivendo “seus 20 e poucos anos”.

A narrativa de Pedro começa com memórias da infância. Lembranças de seu pai e mãe, leitores ávidos e que buscavam incutir o gosto pela leitura nos filhos. De Eça de Queiroz a Shakespeare, mostra-se a magia de desvendar a literatura e as palavras desconhecidas pela primeira vez.

Num pulo Pedro atinge a adolescência. Uma fase de irreverência, descobertas e paixões à flor da pele. Também marca a sua primeira grande desilusão amorosa e a percepção do fechamento de um ciclo em sua vida.

Quando Pedro chega na faculdade é que a história principal começa a tomar forma. Um elemento em comum povoou essas fases da vida de Pedro. Uma pessoa. Um velho senhor, até então desconhecido para ele: o velho Nabuco, professor genial e recluso. Pedro vai atrás de Nabuco buscando ajuda com seu futuro. Insatisfeito com a faculdade de História, Pedro, assim como Maria, José ou João, não sabe o que fazer da vida.

A história soa clichê e em algumas passagens ela atesta a sua banalidade. Há também um certo eruditismo que soa pedante e um pouco incoerente para um personagem que se diz dominado por “preguiça mental”.

Ainda assim, não é isso que define O Fazedor de Velhos. A escrita fluida de Lacerda e a sensibilidade com que os temas são apresentados faz deste livro uma ótima leitura. Mais do que isso, o que permeia a história é um forte senso de identificação com as situações vividas pelo personagem no campo pessoal. A percepção de que o tempo passa e que a nossa vida passa junto. De que crescer pode ser tão belo quanto assustador.

Lacerda traça de forma sucinta uma bela história sobre amadurecimento, descoberta e a incerteza que é a vida para alguém que viveu tão pouco.

Por Lucas Nóbrega Lopes
exclusivamente para Versificados

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook