[Resenha] O Retorno de Izabel, de J.A. Redmerski

O Retorno de Izabel
Autor(a): J.A. Redmerski
Editora: Suma das Letras
Páginas: 232
Avaliação: 4.5
Capa: 4.5 Diagramação: 4 Conteúdo: 5

Inesquecível, original e muito, muito bem escrito.

J.A. Remerski é uma escritora única, e prova isso na série In The Company Of Killers, isso é um fato. Já elogiei a história do primeiro livro (veja a resenha de A Morte de Sarai) e é impossível não elogiar o segundo. A história ainda se foca em Victor e Sarai, só que, agora, Victor entende que a mulher que ele ama está disposta a ir muito além.

O melhor é que, como deveria ser, ele não é o único motivo. Sim, ela o ama. Mas, sim, ela tem um desejo de vingança que é incurável. Ela quer mostrar aos homens que fizeram tão mal à ela, e à tantas outras, um pouco dos sentimentos que elas sentiam todos os dias, todos os momentos.

O Retorno de Izabel acompanha a história sem perder o ritmo, sem manter tudo em um ciclo incansável. Os dramas desse livro, principalmente os que se desenvolvem entre o casal, não são como os do primeiro – e isso, com certeza, é mais uma das diferenças da autora para tantas outras. Reviving Izabel é necessário para o encerramento da história.

Claro, a história do romance de Victor e Sarai, não do contexto geral que eles vivem. É óbvio que a vida deles continuará tendo seus problemas, mas a base está feita – assunto encerrado. E a autora consegue fazer isso de forma tão brilhante que não deixa pontas soltas ou gostinho de “quero mais” naquele sentido de estar faltando algo. Não falta nada.

J.A. Redmerski, por sinal, consegue unir diversos fatores ao longo do livro. Confiança é sempre o mais importante deles, e ela sabe trabalhar isso de forma consistente, que faz sentido, que não é clichê. Assim como consegue desenvolver as personagens secundárias, dando-nos as informações que precisamos saber, nada mais, nada menos.

Este livro, entretanto, é mais pesado que o primeiro. Se A Morte de Sarai tinha um ar new adult, finalmente entendi e concordei com o fato de que não é um livro para pessoas muito novas. Esse é um romance. Adulto. Policial. Thriller, se você quiser se focar nas partes sombrias.

Mostra uma realidade que não é a nossa, mas que existe. Uma realidade que pode não ser verídica em todos os seus aspectos, mas muitas vezes é uma crítica incrível a fatos que são parte do podre mundial. Podre, sim, e serei direta.

Você precisa estar preparado para enfrentar ler sobre estupro, assassinatos a sangue frio, vingança pura, sexo e torturas. Não é um livro fofo, ainda que tenha seus momentos “gracinha”, é para pessoas mais velhas e, com toda certeza, é incrível.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

3 comentários

  1. Angelica em

    Gostaria de saber se não vai haver a tradução dos demais livros da série.

    Responder
    1. Camille Labanca em

      Os livros foram adquiridos pela Suma de Letras e devem começar a ser publicados em 2015 (=

      Responder