Resenha | O Rosto que Precede o Sonho, de Maurício Gomyde

O Rosto que Precede o Sonho
Autor(a): Maurício Gomyde
Editora: Porto 71
Páginas: 174
Avaliação: 4.2
Capa: 5 Diagramação: 4 Conteúdo: 3.5

Simples, delicado e inesquecível.

Tomas Ventura está superando a perda do grande amor. Pelo menos é o que ele acha, até encontrar Aurora, uma mulher de personalidade forte, e deixar ao acaso seus encontros e desencontros. Logo a vida cumpre seu papel e, apesar do tempo curto, eles desenvolvem um romance bonito e simples.

Só que a vida de Tomas não é exatamente o que parece e vivê-la não é tão simples como ele gostaria que fosse. E, se há um lado bom nisso, é que ele consegue ser intenso e aproveitar as pequenas coisas que ela proporciona, como uma sessão fotográfica de borboletas ou uma música especial para fazer parte da trilha sonora de um filme de Hollywood.

O Rosto que Precede o Sonho é o primeiro livro do autor Maurício Gomyde que leio, e ele se prova digno de todos os elogios. Apesar de pequeno, com apenas 176 páginas, ele cria uma história original, repleta de músicas e sentimentos, que não nos deixa parar no meio.

A narrativa é bem desenvolvida, assim como suas personagens. Não encontrei nenhuma incoerência, ainda que uma parte específica tenha me deixado absurdamente confusa, fazendo-me reler algumas vezes e ter de discuti-la com uma amiga, trabalhando com suposições.

Esta, entretanto, é minha única crítica. Porque, sim, o trabalho de diagramação e capa são impecáveis, a revisão não deixa a desejar e a história é sim incrível. Talvez pela simplicidade, talvez pela forma sutil de falar de assuntos sérios, Maurício se prova um autor de qualidade e merece ser lido.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook