Resenha | O Teste, de Joelle Charbonneau

O Teste
Autor(a): Joelle Charbonneau
Editora: Única
Páginas: 320
Avaliação: 4.2
Capa: 5 Diagramação: 3.5 Conteúdo: 4

“Talvez seja a primeira regra que eu vá aprender como adulta – que nem sempre você pode conseguir o que quer.”

Olá leitores do Belê! Estava sentindo uma falta enorme de falar sobre livros apaixonantes, e quando menos se espera, conseguimos uma leitura que arrebata nosso coração! Então é uma leitora muito empolgada que “vos fala”, ok?

Primeiro volume da trilogia distópica de Joelle Charbonneau, O Teste é seguido de Estudos Independentes e, por fim, A Formatura. Vale lembrar que os direitos já foram comprados pela Paramount, então segura: vem filme aí.

O Teste começa apresentando a formatura de Malencia Vale, que estaria terminando o nosso ensino médio. Também conhecida como Cia. Ela vive na colônia chamada Cinco Lagos, em um mundo no qual sobreviventes estão reconstruindo o mundo pós-guerra.

O população mundial se divide em colônias e, como era esperado, todo dia é uma luta pela sobrevivência. Afinal, está tudo devastado.

Cia, caçula de cinco irmãos, não tem muitos amigos. A amiga que tem, entretanto, é um amor. Seu pai é engenheiro de alimentos da Colônia, o que significa que ele que se responsabiliza pelo desenvolvimento dos alimentos que ainda aguentam o clima.

A dificuldade está em todo lugar: comida, bens, água. E assim que terminam o ensino médio, todos logo começam a trabalhar. Há muito tempo ninguém é selecionado para estudar numa universidade.

Isso porque são muitas avaliações: desde o rendimento do aluno até a aprovação no Teste. Cia não foge à regra, seu nome não foi selecionado para tentar uma vaga. A decepção pesa: ela não sabe no que quer trabalhar. Então, uma surpresa.

Sem falar que surpresa seria essa (spoiler!) vou focar-me na experiência de leitura. Com cenas fortes e sem poupar os leitores, o mundo descrito é sangrento, impiedoso e mortal. Ainda que todas as cenas de fato façam sentido e estejam contextualizadas da forma certa.

A leitura foi maravilhosa principalmente por não ter um caráter maquineísta: narrativa em primeira pessoa contribui para isso. Não sabemos em quem confiar e o olhar de Cia caiu muito bem, consegui me identificar muito com a personagem que via a crueldade humana e não ficava satisfeita com ela.

Sobre a edição, gostei muito. A capa com elementos do livro, na contracapa um marcador destacável; mas há problemas na revisão. E eles atrapalham a leitura, ainda que não tirem seu divertimento.

Quem gosta de uma distopia com cenário devastador, O Teste é muito recomendado. Quem gosta de aventura com aquele romance também, além de, claro, jogos políticos. Boa leitura!


Por Laila Ribeiro
exclusivamente para Versificados

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook