Resenha | O Verão que Mudou Minha Vida, de Jenny Han

O Verão que Mudou Minha Vida
Autor(a): Jenny Han
Editora: Galera Record
Páginas: 288
Avaliação: 4.5
Capa: 4 Diagramação: 4.5 Conteúdo: 5

Jenny Han me surpreendeu com a estória que tinha para contar. Histórias sobre verão passam a impressão de serem repetitivas, entretanto todos que já tiveram suas férias de verão em um lugar com praia para onde iam sempre (como eu) vão se identificar com os sentimentos de Belly. Algo rotineiro parece ser o último, e como encarar que os verões podem ser diferentes?

Com personalidades bem demarcadas, Jenny cria Isabela, Steven, Conrad, Jeremiah, Susannah (ou Beck) e, claro, a mãe de Belly, os personagens que fazem da história algo inspirador e realmente nos faz lembrar de verões passados.

O último verão onde todos estarão reunidos, é o que Bells acha, com alguns segredos, outros desentendimentos e seu irmão boa parte fora dele, além de segredos que já não são tão secretos assim, como o fato de Belly ter sido beijada pela primeira vez por Jeremiah, e seu amor declarado (às vezes) à Conrad.

“Às vezes é como se as pessoas fossem um milhão de vezes mais belas na nossa cabeça, como se as víssemos através de uma lente especial. Mas, por outro lado, se é assim que as vemos, talvez seja assim que elas realmente são.”

Agora ela não é mais uma menininha, vai fazer 16 anos e tem que lidar com situações que vão mudar para sempre seus verões e também sua vida.

Terá de encarar o amor, a possível perda, entender mais a própria mãe, terá que tomar decisões importantes e finalmente deixar de ser criança para lidar com situações mais sérias e que precisam de mais atenção que seu bico quando não consegue o que quer.

A história encanta por ser de amor e falar, nas entrelinhas das situações, de amadurecimento. O verão, que não se sabe se será o último a ser passado daquele jeito costumeiro, passa rápido e deve ser aproveitado ao máximo, apesar de todas as situações, é preciso reaprender a ser feliz, ser feliz com o que se tem. Encantador do início ao fim, deixa gosto de quero mais.

Já conferiu a resenha dos outros volumes?

Resenha Sem Você Não é Verão Resenha Sempre Teremos o Verão

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

3 comentários

  1. Janaina Barreto em

    Ai, Camille, que maldade essa resenha! Estou tão doida pra ler esse livro! Mudanças sempre me dão muito medo. É difícil deixar coisas boas pra trás, mas muito da vida não depende da nossa vontade, infelismente.
    Mas, como você disse, é preciso reaprender a ser feliz e com o que se tem.
    Espero poder lê-lo em breve. ^-^

    Beijuh ;*

    Responder
  2. Rissia em

    Que coisa eu estou doida pra ler esse livro ! Eu tentei comprar ele na saraiava mas não tinha ! Sabe quando voc~e um livro mas ele inflizmente nem sequer apareceu pela saraiva ! poise é o meu caso ! otimo post ! beijos !

    Responder