Resenha | Pelas Portas do Coração, de Zibia Gasparetto

Pelas Portas do Coração
Autor(a): Zibia Gasparetto
Editora: Vida & Consciência
Páginas: 456
Avaliação: 4.3
Capa: 5 Diagramação: 5 Conteúdo: 3

Zíbia Gasparetto emociona ao contar a história de Juliana, uma adolescente cujas preferências não se adequam ao esperado para a sua idade. Por isso, seu comportamento muitas vezes é criticado pela própria família, que não a entende e, até certo ponto, não a respeita por essas diferenças.

No conforto de sonhos, ela se recorda de sua missão na Terra e entende está aqui para aprender mais sobre si mesma e como lidar com as situações, algo que ela mesma aceitou, por vontade própria e, então, a calma se apodera dela e ela pode ajudar aos outros da forma que lhe é melhor.

Tal forma acontece quando seu irmão, Clóvis, e um amigo atropelam um homem na rua e Juliana, através da mediunidade, consegue ajudar o homem a evitar o desperdício da própria vida, e recomeçar. Mesmo sem se recordar de nada, os dois amigos sabem do que está acontecendo, viram com os próprios olhos, e, ainda assim, não reconhecem / aceitam de primeira.

Zíbia nos mostra um lado diferente dos lidos espíritas com uma leitura que mostra o aprendizado do respeito ao espaço do outro, ao reconhecimento do espaço próprio e mesmo no reforço das próprias crenças, independente de qual seja. No caso, o espiritismo.

Pelas Portas do Coração é um livro muito bonito, em geral bem escrito e que passa uma mensagem de tranqüilidade quando nos deparamos com uma personagem tão diferente quanto Juliana, nos passa calma. Para os que gostam e esperam uma literatura mais interiorizada, o livro é altamente recomendado.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook