Resenha | Sirensong, de Jenna Black

Sirensong
Autor(a): Jenna Black
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 344
Avaliação: 4.7
Capa: 5 Diagramação: 4 Conteúdo: 5

Narrativa envolvente, desenvolvimento que mantém suas personagens com características interessantes e fiéis.

O terceiro e último livro da série criada por Jenna Black traz Dana indo visitar a rainha da corte Seelie, um convite que ela encarregou seu filho de fazer. O problema se inicia logo nas primeiras páginas do livro, Jenna deixa claro que o filho da rainha Titânia não é muito fã do pai de Dana.

O livro, como já é esperado pelo próprio subtítulo, é quase todo baseado no convite da rainha. Dana acaba indo de Avalon para Faerie com o filho de Titânia, seus empregados, além de seu fiel protetor Finn. Estão incluídos, claro, Ethan e seus dois melhores amigos.

Em uma narrativa envolvente, que supera os dois livros superiores, Jenna, nessa série, consegue desenvolver a história de forma a manter seus personagens com características interessantes e fiéis ao mesmo tempo que transforma um livro melhor do que o livro anterior.

Sirensong é mais completo, mais prazeroso de ler e mais contagiante. Uma leitura extremamente agradável, para praticamente qualquer momento do dia a dia que nos transporta para um universo diferente, um tanto quanto mágico, mas ainda assim que beira o realístico, sendo comparável e não tão distante das personalidades.

Encerrando a trilogia com chave de ouro, Jenna dá boas soluções para os problemas criados ao longo da série. Atenção para fato histórico citado ao longo do livro (adorei, achei realmente muito legal citar Elizabeth Tudor!). Trilogia recomendada.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

3 comentários

  1. ???? Dani ???? em

    Que capa linda!!! já quero ler, mas preciso procurar os anteriores primeiro…rsrs

    Responder
  2. Cristiane Silva em

    Eu queria ler esses livros, mas até hoje não li nenhum. Me lembrou agora…Gosto das histórias deles, parece ser bom.

    Responder
  3. Thaís Damin em

    Nunca ouvi falar desses livros Oo, mas parecem ser muito bons…

    Responder