Resenha | Só Depende de Mim, de M. Leighton

Só Depende de Mim
Autor(a): M. Leighton
Editora: Record
Páginas: 272
Avaliação: 4.7
Capa: 4.5 Diagramação: 4.5 Conteúdo: 5

Belo desenvolvimento com mais do que apenas um romance.

Se tem uma coisa que M. Leighton prova nesse livro é seu potencial como autora: é impossível largar uma vez que se está envolvido na história. Dessa vez, ela ainda guarda mais que um romance nem adult “comum” (desde o primeiro livro prova que, de comum, não tem tanto assim).

Olivia não tem um histórico bom com homens, sempre gostou dos bad boys e, mesmo tendo prometido a si mesma que não ia se apaixonar por um, lá está ela: louca por Cash. Que também é Nash, o que gera uma incrível confusão – afinal, esconder o romance passa a ser uma missão ainda mais difícil.

Mas dessa vez ela dispõe de poucos dias para refletir sobre amar ou não amar. A máfia russa quer cobrar seu preço e isso os envolve mais do que imaginavam ou queriam, o que leva Cash a procurar seu pai e descobrir dois contatos novos que podem ser a chave para tirá-los dessa.

O grande problema aqui é manter Olívia segura enquanto Cash resolve todos os problemas nos quais foi metido, com duas pessoas que ele só vai conhecer no momento certo. E, então, terá que aprender a confiar. Em Olívia, e nessas duas aparições repentinas.

A escrita de M. Leighton envolve vários aspectos: as dúvidas e inseguranças de Olívia, o lado bad boy de Cash (que, na minha opinião, não faz muito sentido em um único certo momento), a relação de ambos entre si e na luta contra a máfia que acabou com a família de Cash, a aparição de novas personagens, ao mesmo tempo que continua desenvolvendo bem as antigas.

Isso tudo além de uma mudança geral na prima de Olívia, que deixa todo mundo em dúvida sobre ser verdadeira ou não – e esperando, ansiosamente, pelo terceiro livro. É por isso que o talento dela está em todas as páginas de Só Depende de Mim, por conseguir lidar com vários aspectos com maestria e sem uma linguagem exagerada ou forçada.

É impressionante como os pontos realmente vão se ligando, e tudo que a gente conhecia como verdadeiro vai se transformando de acordo com a necessidade, formando uma história que está além do comum e rotineiro. Com certeza entrou para os favoritos, ainda que o final tenha deixado um pouco a desejar.

Entretanto, se pensar bem, talvez ele não deixe. Apenas mostre a verdadeira face do relacionamento que, finalmente, se acerta nas questões dos sentimentos. Uma dúvida que devo tirar apenas com o último livro.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook