[Resenha] Um Dia

Um Dia
Autor(a): David Nicholls
Editora: Intrínseca
Páginas: 416
Avaliação: 4
Capa: 3 Diagramação: 4 Conteúdo: 5

É impossível não se apaixonar pela história de Dexter e Emma que estudaram juntos e, entretanto, mal se falavam por aqueles tempos.

Emma se forma com mérito e espera que isso faça do seu futuro algo grandioso, já Dexter se forma como “todos os outros” e faz de seu futuro – com seus vinte e poucos anos – grandioso.

Uma amizade que surge de uma noite dormindo juntos, com no máximo beijos, e se torna uma história de amor na qual quando um lado está disposto, o outro não está disponível.

Um Dia é contado em partes, e atualizado, por assim dizer, anualmente, sempre na mesma data. Conta a história do casal de uma forma completamente diferente e, ainda assim, bela. Conhecemos tanto Em quanto Dex ao longo das páginas e nos deparamos com sentimentos diversos em cada uma dela.

Às vezes a felicidade, às vezes é apenas a vida fazendo seu papel e o tempo seguindo, outras observamos a decepção após um momento de esperança.

E por isso o livro é tão realista a ponto de nos fazer pensar que aquela história também pode acontecer – e quem sabe não acontece mesmo – na vida fora dos livros.

David Nicholls tem uma escrita agradável, e mistura narradores com cartas, conseguindo tornar simultâneo quando conta a vida dos dois – mesmo quando não estão juntos.

Desenvolve os personagens com cuidado e vê-se a passagem do tempo e o amadurecimento de cada um deles. É interessante a construção do livro e surpreendente o final, até para os leitores que preferem finais alternativos ao que ele propõe.

Surpreendente foi o fato de Nicholls falar de vários assuntos – todos possíveis de acontecer numa vida fora dos livros – e não deixar a desejar no sentido de torná-los inacabados ou pouco explicados.

É tudo incrivelmente na medida certa, apesar de ter gostinho de quero mais quando se trata de Emma e Dexter. Vale a pena a leitura em todos os sentidos, não importando se você já viu (ou não) o filme.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

2 comentários

  1. Janaina Barreto em

    Oi, Camille!
    Bom, eu tive que vir dar minha opinião! rs
    Eu gostei de “Um dia”, achei um livro bem diferente, apesar de a história não ser incomum, pelo contrário, é a história desses casais que a gente vê porái, são nossos amigos ou conhecidos.
    Eu achei linda a amizade deles, apesar de querer matar o Dexter quase sempre e tive pena da Emma várias vezes por não conseguir “se livrar” dessa amizade. As partes em que Emma narrava eram as melhores, na minha opinião.
    Em um ponto, eu não posso concordar com você: achei a escrita do autor muito ruim. >_< Demorei muito para pegar o ritmo e achei que, às vezes, faltava emoção nas palavras. Acho que não estou acostumada com algo tão "cru" (daí eu gostar tanto do Francesc Miralles que é todo açucar, rs).
    Mas, sim, é uma leitura que todos devem fazer, pois a história é bonita e verdadeira. ^-^

    Responder
  2. Thaís Damin em

    Ainda não vi o filme, mas quero muuuuito ver e ler também. Minha amiga conseguiu esse livro em uma troca no Skoob, vou dar uma sequestrada nele para ler rs!

    Responder