Resenha | Whitney, meu Amor

Whitney, Meu Amor
Autor(a): Judith McNaught
Editora: Best Bolso
Páginas: 507
Avaliação: 4.3
Capa: 5 Diagramação: 3.5 Conteúdo: 4.5

Judith sabe conduzir uma história romântica, ainda mais se tratando de décadas passadas.

A versão atualizada do primeiro livro da autora Judith McNaught é, certamente, um sucesso ainda maior que a primeira versão foi. Agora com cenas mais desenvolvidas e um final mais completo, é possível acompanhar toda a trajetória de Whitney, a menina que virou mulher ao ser enviada para Paris, pelos seus modos masculinos de chamar a atenção – imagine só, mulher praticamente vestida de homem! – e foi de bom grado apenas pensando em conquistar Paul, seu eterno amor.

Todavia, Clayton, um homem adulto, maduro e duque se encanta pela mulher atrevida de cabelos negros que fala exatamente o que pensa, sem se deixar entristecer ou cair nos velhos padrões clichês que a sociedade espera dela. E o desejo de um duque é uma ordem. Ou deveria ser, se não estivéssemos falando de Whitney.

Apesar das circunstâncias, a paixão nasce e cresce mesmo quando ela volta para Paul. Talvez amores de infância sejam feitos para serem deixados na infância, não? É o que Whitney começa a pensar quando nota que o homem de atitudes às vezes violentas, que gosta de ter tudo no controle – mas se surpreende ao perder também um pouco – é, na verdade, por quem seu coração bate mais forte.

Judith sabe conduzir uma história romântica, ainda mais se tratando de décadas passadas, de forma que não percam seu valor e se tornem velhas e só. São antigas, sim, mas seus personagens são tão atuais e bem feitos que nos fazem imaginar quantos deles não podem ter, de fato, existido.

Somos contagiados a toda página, cada momento. É o livro que nos faz sentir frio na barriga e querer gritar quando algo dá errado. O tipo de livro que podemos ler mais de cinco vezes sem enjoar, porque a história é sempre tão dinâmica e seus personagens tão marcantes que fica difícil deixá-los para trás quando encerramos a leitura. Whitney, Meu Amor consagrou a autora como popularmente conhecida, e tem suas razões para isso.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

10 comentários

  1. Cristiane Silva em

    Esperando o meu chegar. Adorei o livro e quero muito ler!! É fofo, tem um estilo que amo, gênero. Perfeito pra mim *-*

    Responder
  2. Manuella Hitz em

    Não sou de ler romances de época, com algumas exceções. Esta é uma. Lembrei logo dos livros de Jane Austen, com uma protagonista moderninha e caprichosa, querendo mudar sua realidade, mas mantendo suas convicções e não resistindo a um grande amor… Será que Judith escreve nessa mesma linha?
    Estou bem interessada em ler.

    Responder
  3. Manu Hitz em

    Não sou de ler romances de época, com algumas exceções. Esta é uma. Lembrei logo dos livros de Jane Austen, com uma protagonista moderninha e caprichosa, querendo mudar sua realidade, mas mantendo suas convicções e não resistindo a um grande amor… Será que Judith escreve nessa mesma linha?
    Estou bem interessada em ler.

    Responder
  4. Manu Hitz em

    Obs: estava desconectando uma conta pra conectar com o face e meu comentário saiu duplicado abaixo – com meu nome e como guest. Pode corrigir, por favor? Obrigada.

    Responder
  5. Janaina Barreto em

    Posso ser sincera? Eu acho esse título muito brega ><
    Maaaas, em termos de história, é claro que, sendo tão elogiado, vou mesmo precisar ler este livro, não é? Parece um romance de dar água na boca! :-D~

    Responder
  6. Samira Chasez em

    Oi…

    Gostei muito da sua resenha, e fiquei com muita vontade de ler esse livro.. E eu adoro essa autora… Adoro esse tipo de livro…

    Responder
  7. Dani Marjorie em

    Oh! Outro livro da linda Judith…rs Apesar do titulo ser meio estranho eu acredito que vou ler, os livros dela são muito bons e sua resenha só confirmou isso pra mim…rs

    Responder
  8. Cali Medeiros em

    Pois é…mais um livro da Judith e eu não li…aiaiai!!! Todos q já leram falam q pedem bis!!!! Ainda mais um romance assim de época…eu querooo!!!rsrsrs

    Responder
  9. Beatriz Cruz em

    Eu vi só a capa em algum outro blog, mas nem li nada. Aí achei aqui e pensei “aaah.. vou ver sobre o que se trata, amei a capa mesmo ;P”.. e aaaaah.. tem tudo oo que eu gosto: protagonista de atitude, séculos passados, Europa, amor, artimanhas, aaaaaaaaaaaaaaaaaaaain! EU PRECISO LER ESSE LIVRO!
    Já até o marquei no skoob <3

    Responder
  10. Beatriz Lara em

    A Judith escreve muito bem. Espero ler mais livros dela!

    Responder