Setembro Amarelo | 10 livros que valorizam a vida

Não Ficção

Setembro Amarelo | 10 livros que valorizam a vida
Alucinadamente Feliz, de Jenny Lawson
352 páginas | Intrínseca | gênero não ficção | resenha, skoob, compre
Com bom humor e uma filosofia totalmente aplicável, Jenny Lawson fala da própria experiência enfrentando um combo de doenças. Em vez de lamentações, a autora nos mostra como alguns dias serão ruins mesmo, e vão parecer sem saída; mas outros vão nos mostrar o melhor que somos e tudo que podemos alcançar. Medo, insegurança, risadas, força: tudo está nesse livro.

Razões para continuar vivo, de Matt Haig
240 páginas | Intrínseca | gênero não ficção | resenha, skoob, compre
Pouco depois dos 20 anos, Matt conheceu o mundo da depressão e ansiedade. Mais do que narrar seus momentos difíceis e contar como foi sua experiência ao lidar com as duas doenças, ele mostra como foi possível sair desse ciclo e viver sua vida da melhor forma possível. Você não está sozinho e, acredite: há vida além desse sofrimento, além do nada. Uma vida que vale a pena viver.

Setembro Amarelo | 10 livros que valorizam a vida
A Coragem de ser Imperfeito, de Brené Brown
208 páginas | Sextante | gênero não ficção | resenha, skoob, compre
Ao contrário dos outros dois, o livro de Brené Brown não é uma biografia. A partir do estudo da vulnerabilidade, do medo, da vergonha e da imperfeição, a autora nos mostra uma outra forma de ver os problemas e lidar com as situações do dia a dia. Enquanto tentamos a todo custo não nos mostrar vulneráveis, ela explica como abracá-la e compartilhá-la com as pessoas certas é imprescindível para uma vida de paz.

O Sal da Vida, de Françoise Héritier
108 páginas | Valentina | gênero não ficção | resenha, skoob, compre
Simples e delicado, O Sal da Vida nos traz para a realidade de forma a nos incentivar a parar e ver a beleza das pequenas coisas. Detalhes do dia a dia que tornam tudo mais leve, mais fácil de lidar. Veja e observe, experimente o toque, entenda, admire, permita-se sentir. A sensibilidade aqui serve para nos mostrar o que realmente importa, e como a vida merece ser vivida de forma plena.

Setembro Amarelo | 10 livros que valorizam a vida
O que eu sei de verdade, de Oprah Winfrey
144 páginas | Sextante | gênero não ficção | resenha, skoob, compre
Apesar de ser um livro bem pessoal, ele é um baita exemplo de humildade, perseverança e gratidão, tudo dentro de uma narrativa simples, gostosa de se ler e que nos faz ver o real valor das coisas que nos rodeiam. Experiências, confissões e pensamentos que nos faz refletir sobre nossos próprios anseios e ver que há sim uma luz no fim de qualquer túnel.

Ficção

Setembro Amarelo | 10 livros que valorizam a vida
À Procura de Audrey, de Sophie Kinsella
336 páginas | Galera Record | gênero jovem adulto | resenha, skoob, compre
Ao narrar a história de uma menina de 14 anos que sofre de ansiedade, Kinsella consegue deixar transparecer toda a dificuldade da situação em uma narrativa fluida e que mostra, com clareza, como é possível receber ajuda e melhorar. É um processo, e Audrey entende isso aos poucos, passo por passo, com altos e baixos, conseguindo, aos poucos, voltar a viver.

O Último Adeus, de Cynthia Hand
352 páginas | DarkSide Books | gênero jovem adulto | skoob, compre
Em forma de diário, o livro de Cynthia Hand acompanha a vida de Lex, cujo irmão partiu há apenas sete semanas. Acompanhamos a fase de luto, o peso de ser quem fica e mostra a personagem lidando, com o apoio da terapeuta, com seus próprios sentimentos, com a ideia de culpa e com a valorização da própria vida.

Setembro Amarelo | 10 livros que valorizam a vida
Mosquitolândia, de David Arnold
352 páginas | Intrínseca | gênero young adult | resenha, skoob, compre
Mary Iris Malone tem uma missão: encontrar sua própria mãe e descobrir o que está acontecendo de verdade. Ela parte em uma aventura e é exatamente nela que encontra pessoas com sua bagagem que faz a garota sair do próprio senso do que é certo e errado para ver um todo ao seu redor. O detalhe aqui está nos pensamentos e resoluções, e em estimular que falemos sobre como nos sentimos e o que queremos.

Um Coração Cheio de Estrelas, de Francesc Miralles e Alex Roviva
112 páginas | Lua de Papel / LeYa | gênero jovem adulto | skoob, compre
Simples e curtinho, baseado em uma história real. O protagonista é uma criança que recebe a missão de encontrar os nove tipos de amor mais puro que rodeiam a todos nós. É uma lição de fé, amor e esperança, que em poucas páginas abrem nossos olhos para aquilo que muitas vezes deixamos passar, mostrando-nos o real significado do amor em nossas vidas.

Setembro Amarelo | 10 livros que valorizam a vida
O Lado Bom da Vida, de Matthew Quick
256 páginas | Intrínseca | gênero romance | resenha, skoob, compre
Como não citar o primeiro livro de Matthew Quick? Com duas personagens extraordinárias, o autor traz depressão e ansiedade para discutir preconceitos, enfrentamento e resolução. Bem escrito, muito bem desenvolvido, O Lado Bom da Vida mostra que é sim possível sair desse momento difícil e ficar bem para ter uma vida plena — e não leia isso de forma cliché.

EXTRA HQs

Setembro Amarelo | 10 livros que valorizam a vida
O Muro, de Céline Fraipont
192 páginas | Nemo | gênero jovem adulto | resenha, skoob, compre
Ao narrar a história de Rosie, passamos pelo sentimento de desolação e acompanhamos os dois destinos da sua viagem: a queda, quando tudo sai dos trilhos e Rosie está perdida em meio às situações da própria vida, e o recomeço, quando ela consegue, aos poucos, colocar tudo no lugar e voltar a ser quem é.

Placas Tectônicas, de Margaux Motin
256 páginas | Nemo | autobiofrafia | skoob, compre
Autobiográfica, essa HQ narra a história de Motin, contando seus erros e acertos, sempre pautando nos fatos reais, permeando-os com humor. Uma história de uma mulher de 35 anos e de decisões que tanto a transformam mais em si mesma quanto a levam a caminhos inesperados. Mais ou menos o que todos nós passamos, não é mesmo? Autoaceitação é pauta aqui.


Você sabia que tem várias surpresas amorzinho te esperando na nossa newsletter?
Assine clicando aqui.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook

2 comentários

  1. Samela Alves em

    O único que li foi o lado bom da vida, mas, me encantei com a sinopse da maioria vou procurá-los. Amei o post. Bjs
    http://www.diferentesou.com.br

    Responder
    1. Camille Labanca em

      Procure sim, vale muito a pena <3

      Responder