#Writertoberbr | Dia 07: Despedidas

Era fim do verão quando ela disse que ia embora. Eram péssimas com despedidas, portanto passaram o último dia fingindo que tudo permaneceria igual. Não falaram sobre o futuro — ela não falou sobre a casa nova, sobre as obras que o namorado havia feito nem sobre a faculdade que frequentaria; e a outra não comentou sobre ir a praia pelos próximos dias ou a mudança de outra pessoa para o apartamento que dividiam.

A vida adulta tinha dessas coisas. Duas amigas trilhando caminhos diferentes em nome da felicidade. Prometeram economizar dinheiro para visitarem uma à outra com frequência. Disseram que mandariam mensagens todos os dias. Não, não deixariam a distância física ditar o fim de tanta história; afinal, se conheceram ainda no maternal e eram inseparáveis desde então. Riram ao decidir que as lágrimas eram puro drama.

— Quero dizer que vou sentir saudade, mas entendo que este é o melhor para você.

E de fato era, as duas sabiam. Como mudanças podem ser assustadoras, abraçaram-se com força. Não disseram mais nada. Ver uma pessoa que amamos partir não é fácil e dói. Mas a saudade que fica tem uma bondade como pano de fundo, formada pelo fato de que, quando se tem uma amizade assim, o importante é a felicidade do outro.


Este texto foi escrito a convite da Editora Rocco para o projeto Writertoberbr,
que incentiva a escrita de até uma página por dia durante o mês de outubro.
Leia todos os textos para a ação neste link.

Deixe seu comentário

* campos requeridos

Comentar via Facebook